Se não tem peito praguentar uma bala, imagina tiroteio todo

A Vida Acontece em Gerúndio - 23/10/2014

vg_enrico.png

Estava agora assistindo à novela das nove. Sim sou noveleira. Adogo. E esse dramalhão Enrico homofóbico que não quer mais se casar por medo de enfrentar os convidados por ter um pai publicamente bissexual me lembrou...

Ver post completo

Realizando um sonho. Chegou a hora

A Vida Acontece em Gerúndio - 15/10/2014

Fiquei cá parada, há pouco. Só segurando o cigarro e pensando e sentindo, eu e eu, a gente (somos muitas dentro de nós) em silêncio, sobre o que é realizar um sonho, qual é a sensação disso, afinal. Pouco antes, tinha recorrido a recortes, papéis, escritos, onde anotava muitos deles. Como ter uma...

Ver post completo

A pegadinha do malandro do “eu mereço”

A Vida Acontece em Gerúndio - 11/10/2014

VG_eumereco.png

 

Do clique inicial até o "pronto" foi ano e meio, ou um pouco mais. Foi tempo suficiente para me preparar para o que sabia que viria cedo ou tarde. Quando saí do primeiro emprego em Florianópolis para novos rumos...

Ver post completo

Larguei tudo e fui trabalhar numa barraca de Stand Up Paddle

A Vida Acontece em Gerúndio - 11/10/2014

VG_largueitudo.png

 

Na virada do ano, 2013-14, larguei o bom emprego que tinha (no jornalismo) e no dia 27 de dezembro de 2013 comecei a trabalhar numa barraca, na beirinha da Lagoa da Conceição, que alugava pranchas para a prática...

Ver post completo

Freaking out nível épico

A Vida Acontece em Gerúndio - 11/10/2014

VG_freakingout.png

Descobri que é quase que humanamente impossível trabalhar numa campanha - do tipo doze horas por dia - e fazer um mestrado como estava disposta a fazer, com a dedicação devida. Quando a campanha acabou em outubro, precisei, em menos de um mês, recuperar o que havia perdido e dar conta de entrar...

Ver post completo

Senta que lá vem a históriammmzzz

A Vida Acontece em Gerúndio - 11/10/2014

 

VG_senta_q_la_vem_a_historia.png

Muita gente, leitores queridos, me perguntam: tá, mas depois do clique de querer mudar e daí? Senta que lá vem a história. Há algum tempo eu já me sentia esgotada com o que fazia no jornalismo. Para ajudar, enfrentei um chefe wild horse. A pressão no trabalho era tamanha que um belo dia...

Ver post completo

Um dia = nunquinha

A Vida Acontece em Gerúndio - 06/10/2014

 

umdianunca.png

Os bons filmes melosos americanos também tem algumas lições. Ouvi Tom Cruise (\o/) dizer para Cameron Diaz que a expressão “um dia” é apenas um código para “nunca”. O rapaz tem razão. A gente vive fazendo isso. “Um dia” volto a correr, “um dia” darei a volta ao mundo, “um dia” vou realizar...

Ver post completo

O tal do tic-tac

A Vida Acontece em Gerúndio - 06/10/2014

Depois que passei por aquele problemita que abordei no post “o medo e eu I” alguma coisa como um relógio cuco começou a falar mais alto no meu cérebro. Nada de drama, gente. Mas, quando você entende na carne que sua vida é tão frágil, mesmo se achando a forte da batateira de Contenda, as coisas...

Ver post completo

O amor muda a vida da gente

A Vida Acontece em Gerúndio - 24/09/2014

Captura_de_Tela_2014-09-24_às_01.06.03.png

 

Um grande amor muda a vida da gente. Muda a gente por dentro. Por fora. Por baixo e por cima. Depois que vivi esse sentimento,  meu jeito de olhar nunca mais foi o mesmo. Nem meu jeito de falar, nem meu jeito de sorrir, nem meu jeito de dormir. Nem meu jeito de acordar, de trabalhar, de...

Ver post completo

O arrebatamento

A Vida Acontece em Gerúndio - 22/09/2014

Ah, tãotá, fofa. O grande momento do clique foi seu pezinho na grama fazendo fio terra, solzinho batendo no rosto, garrafinha de água na mão, gotículas de água no corpenio véio e plunct-plact-zum!? Tive várias dessas na última esticada em Matinhos. Sim, foi isso mesmo. Sem carruagens e príncipes,...

Ver post completo

O Blog

A Vida Acontece em Gerúndio
Sou uma jornalista quase quarentona e estou mudando minha vida depois de a ter bem estruturada, carreira a mil por hora, casa própria, cachorros e papagaio. O papagaio não é verdade. Mas já tive que cuidar de uma tartaruga – o que serve para o momento. Esse blog nada mais é que uma autoterapia e, talvez, quem esteja pensando em dar uma guinada de muitos graus consiga se divertir por meio dos meus relatos e opiniões pessoais. Ou não. O fato é que estou fazendo uma mudança de vida e resolvi estar escrevendo enquanto isso estiver acontecendo porque, apesar de não ser operadora de telemarketing, a vida acontece em gerúndio. Sempre e inevitavelmente.

Opiniões expressas nos blogs e colunas por meio de suas publicações são de exclusiva responsabilidade do autor, não passam por qualquer controle de edição, editoração ou conteúdo e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.

Blogueiros & Colunistas

Voltar