Por: Fala, Zanfra!
Visualizações: 1111

Aos amigos, os votos

23/08/2016

Se a gente for dar um voto a cada amigo ou conhecido que resolveu tentar este ano uma vaga no Legislativo municipal teríamos, pelo menos, de quintuplicar a composição da Câmara de Vereadores. No meu caso, 2016 tem-se mostrado prodigioso em número de candidatos que têm certeza de que vão receber o meu voto. Bons amigos. Mas bons candidatos?

Tempo de eleição é como época de safra na roça: é aquela proeza de hortifrútis variados se oferecendo ao seu deleite, ainda que você não goste de berinjelas ou abobrinhas. Gente que é seu amigo no Face mas nunca lhe deu a mínima agora curte cada nova foto e posta um KKKK a qualquer besteira que você escreva, mesmo que seu texto tente parecer sério.

Mas isso é um pouco culpa nossa, que não temos coragem de dizer na cara de nossos candidatos preferenciais que eles não são nossos candidatos preferenciais. Já que não podemos votar em todos eles – ainda que entre eles alguém possa tornar-se um candidato preferencial – bastaria dizer que amigos, amigos, eleições à parte, e acabar de vez com essa disritmia. É claro que alguns vão lhe virar a cara, mas isso é melhor do que alimentar algumas expectativas.

A menos que você queira mentir a todos eles, antes e/ou depois das eleições, dizendo a cada um que seu voto vai ser/foi dele. “Pô, cara, votei em você... Não deu, né? Mas fica pra próxima, não desiste, um dia você chega lá.”

É claro que você não vai agir diferentemente do que age a maioria dos políticos, mas será que sua consciência vai aceitar essa flexibilização da verdade? E será que, mais cedo ou mais tarde, não será possível que alguns de seus candidatos preferenciais resolvam confrontar as informações e podem descobrir que você mentiu?

De meu lado, prefiro a sinceridade. Não é preciso chegar a um por um e dizer que não vai votar nele. Basta ser honesto se ele lhe perguntar. O fato de ter trabalhado três meses contigo numa empreitada, ou ter cruzado com você na rua tratando de um assunto comum, não credencia ninguém a ser um tribuno de primeira, um defensor da integridade dos cofres públicos, um revolucionário que vai mudar todo o sistema administrativo municipal.

Mesmo porque pessoas com essas qualidades não costumam andar com gente como a gente.

Mais posts do autor
Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
este post

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Opiniões expressas nos blogs e colunas por meio de suas publicações são de exclusiva responsabilidade do autor, não passam por qualquer controle de edição, editoração ou conteúdo e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.

Blogueiros & Colunistas

Voltar