Por: A Vida Acontece em Gerúndio
Visualizações: 1810

Larguei tudo e fui trabalhar numa barraca de Stand Up Paddle

10/10/2014

VG_largueitudo.png

 

Na virada do ano, 2013-14, larguei o bom emprego que tinha (no jornalismo) e no dia 27 de dezembro de 2013 comecei a trabalhar numa barraca, na beirinha da Lagoa da Conceição, que alugava pranchas para a prática do Stand Up Paddle. Ganhando R$ 1,2 mil a cada trinta dias e com folga uma vez por semana. Foi, sem dúvida, a melhor coisa que fiz nos últimos anos em minha vida. Além de conhecer e trabalhar com pessoas ótimas que viraram amigos queridos, estava fazendo diariamente aquele fio-terra com os pezinhos na grama, molhados, atendendo gente que está em férias, de bem com a vida e que sai da água com um sorrisão danado depois de vencer um desafio e se divertir. Nem 24 horas depois que comecei, já sabia que era aquilo que eu queria fazer para sempre. O trabalho não é fácil. Debaixo do sol de verão o dia todo, coloca prancha na água, tira da água. Dá um mergulho quando está muito calor. Vê criança aprender a remar, pessoas lá com seus setenta anos subindo na prancha e remando. Falei com gente do mundo inteiro, até grupo de Israel recebemos por lá.  Fecha tudo até às nove da noite e amanhã cedo tem mais. Esgota fisicamente para uma pessoa que está fora de forma e sedentária há década e meia. Mas alivia a mente e o espírito. Depois de viver esses dois meses, eu que já tinha alguma certeza sobre o que queria, criei a absoluta. Certeza, mano. E pronto, estava decidida.

Mais posts do autor
Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
este post

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

O Blog

A Vida Acontece em Gerúndio
Sou uma jornalista quase quarentona e estou mudando minha vida depois de a ter bem estruturada, carreira a mil por hora, casa própria, cachorros e papagaio. O papagaio não é verdade. Mas já tive que cuidar de uma tartaruga – o que serve para o momento. Esse blog nada mais é que uma autoterapia e, talvez, quem esteja pensando em dar uma guinada de muitos graus consiga se divertir por meio dos meus relatos e opiniões pessoais. Ou não. O fato é que estou fazendo uma mudança de vida e resolvi estar escrevendo enquanto isso estiver acontecendo porque, apesar de não ser operadora de telemarketing, a vida acontece em gerúndio. Sempre e inevitavelmente.

Opiniões expressas nos blogs e colunas por meio de suas publicações são de exclusiva responsabilidade do autor, não passam por qualquer controle de edição, editoração ou conteúdo e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.

Blogueiros & Colunistas

Voltar