Bombeiros, Florianópolis, Geral, Saúde - 05 Dez 2018 20:01

Acordo em ação do MPT garante combustível para aeronave Arcanjo

Atendimentos de socorro estão assegurados por um mês
Por: Direto da Redação TSF
 
Acordo em ação do MPT garante combustível para aeronave Arcanjo (Foto: CBSC / Divulgação)

O Batalhão de Operações Aéreas dos Bombeiros da Grande Florianópolis tem garantido por mais um mês o abastecimento de combustível para uma das quatro aeronaves conhecidas como “Arcanjos”, que atuam em Santa Catarina. Os R$ 25 mil serão repassados dentro de dois meses, a partir de um acordo da Justiça do Trabalho homologado no dia 28 de novembro.

Os recursos são provenientes de Ação Civil ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina (MPT-SC), em agosto de 2017, contra a empresa Iguatemi Consultoria e Serviços de Engenharia, após o recebimento de inúmeras denúncias de atrasos no salário dos funcionários. A empresa, além de regularizar a dívida com os empregados, concordou em pagar a multa de indenização por danos morais, cujos valores serão repassados ao Batalhão de Operações Aéreas dos Bombeiros da Grande Florianópolis.

Ao sugerir o destino da verba, a Procuradora do Trabalho Alice Nair Feiber Sonego considerou a importância do serviço público prestado pela corporação, principalmente neste período de alta temporada que exige uma atuação permanente dos Arcanjos e a “falta de combustível nas aeronaves pode custar o preço de uma vida”. O gasto mensal das aeronaves com combustíveis é de R$ 24,4 mil com os helicópteros e de R$ 22,3 ,Il com os aviões.

Em oito anos de atuação, os Arcanjos já realizaram mais de seis mil missões aéreas. Dentre as atividades realizadas estão: apoio a partos e transportes emergenciais entre hospitais, locomoção de órgãos para transplante e monitoramento em situações de desastres naturais. Todo o trabalho é realizado em parceria com o SAMU.
00

Os servidores municipais de Palhoça aprovaram em assembleia ocorrida na tarde desta quarta (5) paralisar as atividades na quinta (6). De acordo com o Sindicato que reúne a categoria, está marcada uma manifestação em frente à Prefeitura, a partir das 13h. A paralisação será por tempo indeterminado, até que a administração municipal retire da pauta na Câmara de Vereadores um projeto que, segundo os servidores, amplia a carga horária de trabalho para 8h.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar