Esportes, Palhoça - 07 Out 2018 07:47

Ainda invicto, “Príncipe da Palhoça” Kevin Silva pede revanche após empate

Atleta de Palhoça se recuperou de uma selão na retina e voltou após três anos
Por: Direto da Redação TSF
 
Ainda invicto, “Príncipe da Palhoça” Kevin Silva pede revanche após empate (Foto: Portal Palhoça / Divulgação)

O palhocense Kevin Silva não desistiu do sonho de se tornar um reconhecido atleta de MMA, e mesmo após sofrer um descolamento de retina que o afastou do esporte por três anos, resolveu voltar para encarar mais um desafio na carreira. Invicto até então, o atleta da CM System encarou em Curitiba o lutador Dyego Roberto, na terceira edição do Sicario MMA. Após três rounds, a batalha foi declarada empate, se confirmando mais tarde como uma das melhores lutas da noite.

– Meu retorno foi incrível, tive um verdadeiro teste na minha carreira, passei por várias situações que nunca imaginei que iria passar em uma luta e mostrei pra mim mesmo que posso lutar com qualquer um -, disse Kevin.

Ainda invicto, já que o duelo contra o lutador da Chute Boxe terminou empatado, Kevin Silva pode se considerar de volta ao jogo. Kevin começou como atleta com o mestre Marcos Maciel, conhecido como Bicudo, que é faixa preta de Jiu-Jitsu e já lutou em vários continentes. Na trocação, Kevin se desenvolveu no boxe com Kelson Pinto, ex- campeão mundial de Boxe.

Quando já era um atleta formado, Kevin treinou durante um período com o ex-UFC Cristiano Marcello, de Curitiba. Conhecido no mundo das lutas, Cristiano hoje treina os policiais da elite do Cope do Paraná.

Kevin agora tem um cartel com sete vitórias em oito lutas. Ele manifestou o desejo de enfrentar Dyego em um nova ocasião para tirar o duelo a limpo.

– Adoraria lutar contra ele novamente, não fiquei satisfeito com o resultado (empate).

Aos 22 anos, Kevin ostenta o apelido de “Príncipe da Palhoça” por ser um dos maiores representantes da cidade no meio esportivo pelo país. Lutando no Sicario MMA, evento com regras similares a do Pride e que permite pisões, tiros de meta, e cotoveladas, Kevin aprovou a adrenalina que sentiu ao pisar no ringue do evento:

– Confesso que a adrenalina estava bem grande, mas gostei de lutar nestas regras e gostaria sim de voltar a lutar no Sicário – finalizou Kevin.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar