Florianópolis, Geral, Trabalho, Trânsito - 25 Mai 2018 15:08

Amarelinhos parecem não sentir a crise e circulam em comboio por Florianópolis

Empresas aproveitam a falta de combustíveis para lucrar com as tarifas executivas de R$ 9,00
Por: Direto da Redação TSF
 

Por conta da crise dos combustíveis, o transporte coletivo nesta sexta (25) em Florianópolis está ocorrendo de forma ainda mais precária do que o esperado. Na quinta (24), o Consórcio Fênix, que administra o serviço na Capital,  havia anunciado que os ônibus iriam circular com horários reduzidos, como se fosse num sábado. O que se viu, no entanto, foi um cenário ainda pior.

Na maioria dos bairros, os passageiros que tentaram se deslocar de ônibus na manhã desta sexta (25) se depararam com coletivos super lotados, que sequer paravam nos pontos, já abarrotados de pessoas. No Rio Vermelho e Ingleses, no Norte da Ilha, as linhas do amarelinho (Executivo), cuja tarifa é de R$ 9, a falta de combustível parecia não existir. Em alguns momentos, chegou a passar até cinco amarelinhos em sequência, num comboio bastante lucrativo para as empresas.

O deter, departamento de Trânsito e Terminais de Santa Catarina, se manifestou em nota, alheio à situação. O Deter apenas informou que algumas linhas e horários estão sendo readequados pelas empresas operadoras.

O órgão também buscou orientar os usuários para que verifiquem os novos horários e destaca, ainda, que novas alterações poderão surgir conforme a evolução, ou não, das paralisações.

- As empresas operadoras estão autorizadas a trabalhar em conjunto, no sentido de racionalizar horários e otimizar a atividade, com o objetivo de garantir a possibilidade de transporte da população -, destaca o presidente do Deter, Fúlvio Brasil Rosar Neto.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar