Cultura, Eventos, Florianópolis, Geral - 19 Jun 2018 12:04

FAM 2018 começa nesta terça (19) com 58 filmes de 10 países em Floripa

A programação é extensa e já inicia pela manhã com o Encontro de Coprodução do Mercosul
Por: Direto da Redação TSF
 
FAM 2018 começa nesta terça (19) com 58 filmes de 10 países em Floripa (Foto: Divulgação)

Começa nesta terça (19) - dia do cinema brasileiro -, o 22º Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM 2018) com a exibição de 58 filmes de 10 países - Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, EUA, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. O Festival também reúne o Fórum Audiovisual, com encontro de Mercado com Players, Rally Universitário, palestras, oficinas, lançamento de livros e painéis.

A programação do dia, assim como a de todo o resto da semana, é intensa e começa logo pela manhã com o Encontro de Coprodução do Mercosul, no hotel Maria do Mar. O Encontro reúne diferentes produtores da América Latina que terão a oportunidade de apresentar projetos para 10 Players, seis canais de televisão - Canal Brasil, Globo News, Box Brazil, Cine Brasil, Canal Fox e Woohoo e quatro distribuidoras.

Já no Campus da Ufsc as atividades começam com a abertura da exposição de fotos “Pixote e a arte do still no cinema” no Hall da Reitoria a partir das 17h30min. A partir das 18h, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, começa a apresentação da Mostra Paralela de Música com a Orquestra de Choro Campeche, comandada pelo bandolinista Geraldo Vargas.

A Abertura Oficial do FAM 2018 está programada para às 18h30min no Auditório Garapuvu e na sequência a primeira noite de exibição dos filmes da Mostra Curtas Mercosul e Catarinense.

Os dois filmes Catarinenses da noite são: Par Perfeito, de Débora Herling, tem como personagem um par de tênis com grande curiosidade pelo mundo e quer participar dos acontecimentos da vida de sua dona e Garoto VHS, dirigido por Carlos Daniel Reichel, que traz uma sensível abordagem sobre um adolescente que tem uma câmera no lugar da cabeça, com a qual devolve memórias perdidas a uma garota.

Na abertura da Mostra Curtas Mercosul estão os dois filmes brasileiros, Coral da Ponta, de Alan Stone Langdon, é um vídeo-arte experimental, produzido na Ponta do Coral, em Florianópolis, a partir da performance Dança Coral, realizada em 2016 e o documentário em animação O Malabarista, de Iuri Moreno, tem como personagens malabaristas de rua das grandes cidades. Encerrando a mostra o filme paraguaio o documentário Ekõ, de Claudio Servin Rios, que reuniu seis realizadores audiovisuais de distintos países (Paraguai, Chile, Argentina, Colômbia e Alemanha) para retratar a comunidade indígena Aché de Ypetîmí, de Caazapá, no Paraguai.

Para abrir a Mostra Convidada Longas Mercosul, às 21h, o filme Açúcar, de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira, o longa-metragem que discute oligarquias e preconceitos no Brasil.

O 22º Florianópolis Audiovisual Mercosul tem o patrocínio do Funcultural, Fundação Catarinense de Cultura, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esportes, Governo do Estado de Santa Catarina,  do Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE - , Fundo Setorial do Audiovisual - FSA -, Agência Nacional de Cinema - Ancine - , com apoio da Secretaria de Cultura e Arte da Universidade Federal de Santa Catarina e realização Associação Cultural Panvision, Muringa Produções Audiovisuais, Ministério da Cultura e Governo Federal.

A programação completa está disponível no www.famdetodos.com.br.

(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar