Eleições, Florianópolis, Geral, Palhoça, São José - 04 Out 2018 00:55

Após 35 denúncias, Havan poderá pagar multa de R$ 1,5 milhão por coação eleitoral

MPT ajuizou ação cautelar na terça (2)
Por: Direto da Redação TSF
 

O Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina (MPT-SC) ajuizou no início da noite na terça (2) uma ação cautelar com pedido de liminar à concessão de tutela de urgência antecipatória em face a empresa Havan Lojas de Departamentos LTDA. e seu proprietário Luciano Hang por imposição, coação ou direcionamento nas escolhas políticas dos empregados. Até o final do dia, foram notificadas mais de 35 denúncias no Portal da Instituição.

O procedimento está em análise na 7ª Vara do Trabalho de Florianópolis. Na ação os Procuradores do Trabalho do estado catarinense Márcia Kamei López Aliaga, LIncoln Roberto Nobrega Cordeiro e Bruna Bonfante, juntamente com a Procuradora do Trabalho Elisiane dos Santos da Coordigualdade ( Coordenadoria Nacional de Promoção de Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho), pedem a condenação dos réus.

Foi dterminado que os réus se abstenham de condutas de assédio moral, discriminação, violação da intimidade ou abuso de poder a fim de coagir voto de seus empregados à Presidência da República no próximo domingo (7), e também no seundo turno, no dia 28.

Também está proibida qualquer tipo de pesquisa de intenção de voto entre os funcionários. O pedido da ação é de que seja aplicada uma multa de R$ 1,5 milhão.

- Pretende o MPT com a ação, o respeito à Constituição Federal, assegurando a liberdade de orientação política e o direito à intimidade dos trabalhadores da Havan, bem como garantir aos empregados do grupo o direito de exercício da cidadania plena -, diz o texto da ação.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar