Esportes, Eventos, Florianópolis, Geral - 07 Nov 2018 14:18

Aumenta procura por cursos e oficinas de defesa pessoal em Florianópolis

Objetivo é ensinar estratégias de sobrevivência em situações de violência
Por: Direto da Redação TSF
 

- Não é um jogo, não é competição, não é esporte. É sobrevivência! - É desta forma enfática que o instrutor Sérgio Raulino descreve o projeto ‘Autodefesa Funcional’, que começou de forma tímida em Florianópolis, mas rapidamente conquistou o interesse de milhares de pessoas. Com a realização de cursos, palestras e oficinas, o objetivo é ensinar estratégias para a sobrevivência em situações de violência. O próximo evento será a ‘Oficina de Defesa Pessoal Pra Geral’, nesta quarta (7), das 18h às 22h, no Centro Acadêmico Augusto Boal/Udesc. Foram abertas 30 vagas e mais de 1,6 mil pessoas ficaram interessadas.

- No momento em que evento foi divulgado nas redes sociais foi surpreendente o retorno que tivemos. Foi necessário fazer uma triagem para chegar ao número determinado de vagas -,conta Sérgio, idealizador e coordenador do projeto Autodefesa Funcional.

Na oficina haverá demonstração e prática de técnicas de autodefesa, além do ensino de metodologias de como evitar se colocar em situações de risco, análise de ambiente, identificação de possíveis agressores e medidas de proteção. Também serão abordadas as legislações sobre o que caracteriza agressão e legítima defesa, além da lei Maria da Penha.

- Mostraremos que as pessoas em situação de risco ou vítimas de agressão não estão sozinhas e não precisam ser passíveis frente à violência. Existe o preparo mental e físico, com técnicas que ajudam na defesa e na sobrevivência. É possível se sentir mais seguro com isso -, afirma o instrutor.

Além da oficina na Udesc, na segunda (12) terá início o curso ‘Extravasa: Defesa Pessoal’, voltado para o público LGBT, na Associação em Defesa dos Direitos Humanos. Paralelo, Sérgio comanda todo sábado as aulas do ‘Empodere-se: Defesa Pessoal Feminina’, na Associação do Bairro Itacorubi. O projeto também fará parte da programação dos ’16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres’ com a realização da oficina ‘Defesa Pessoal Feminina’, no dia 24 de novembro.

- O projeto ganhou enorme proporção e ampliamos muito a nossa atuação nos últimos meses. A meta é crescer ainda mais, já que é uma iniciativa social e queremos expandir para diferentes bairros, empresas, centro acadêmicos, associações e comunidades. O objetivo é levar ao cidadão comum a informação, o preparo, a atitude e as técnicas para que essa pessoa se sinta mais segura frente à violência que permeia cada vez mais o nosso dia a dia -, finaliza.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar