Esportes, Eventos, Florianópolis, Manezinhos pelo Mundo - 04 Jul 2020 15:19

Auxiliar técnico de Marina testa positivo para Covid e luta é adiada para dia 25

Marina Rodriguez falou com exclusividade neste sábado(4) com a reportagem do Portal
Por: Direto da Redação TSF
 
Auxiliar técnico de Marina testa positivo para Covid e luta é adiada para dia 25 (Foto: divulgação)

Por Róbinson Gambôa

A luta pelo UFC que marca o retorno da atleta Marina Rodriguez, de Florianópolis, ao MMA após o início da pandemia, diante da ex-campeã Carla Esparza, estava marcada para o próximo dia 15 de julho, na chamada Ilha da Luta, em Abu-Dhabi. No entanto, um imprevisto acabou mudando os planos da Organização. Um dos auxiliares (córners) de Marina testou positivo para a Covid. Com isso, o combate foi adiado para o evento do dia 25, no mesmo local, no terceiro UFC a ser promovido na Ilha da Luta. Os dois primeiros serão nos dias 11 e 15.

De um hotel em São Paulo, onde segue em isolamento após testar negativo para a Covid, Marina conversou com a reportagem do Tudo Sobre Floripa, e manifestou alegria pela sua luta não ter sido cancelada, como se chegou a cogitar após o resultado do exame do colega. O UFC não revela a identidade do córner que positivou para coronavírus, mas o Portal apurou que, felizmente, não se trata do técnico principal de Marina, Mestre Márcio Malko, que comanda os treinos na equipe Thai Brasil, no bairro Ingleses.

De São Paulo, Marina deve embarcar direto para Abu-Dhabi, na próxima semana. Até lá, ela e a equipe serão submetidos a novos testes confirmatórios. A atleta que reside no Ingleses contou que fez todo seu período de treinamento (camp) em Florianópolis, na academia Pro Qualit, e que está muito confiante em mais uma vitória. Marcio Malko comandou os treinos de trocação em pé, e Alexandre Souza orientou os treinos de chão (jiu-jitsu).

A adversária desta vez, Carla Esparza foi a primeira campeã da peso-palha, quando a categoria foi criada pelo UFC, há cinco anos. Para levar o cinturão, Esparza venceu um reality show de lutas, o TUF, que também contou com três edições no Brasil, mas só para lutadores homens. Na final do reality, que valia o título, Esparza venceu Rose Namajunas, atual campeã. Carla Esparza vem de três vitórias consecutivas e busca se aproximar de uma nova disputa de cinturão, já que a fase é boa e ela se encontra na sétima colocação no ranking peso palha, próxima do topo.

Marina Rodriguez, gaúcha de Bagé radicada em Floripa há cerca de 10 anos, permanece invicta na carreira com um recorde de 12 vitórias 2 empates. Desde que entrou no UFC, Marina venceu Técia Torres e Jessica Aguilar, e empatou com Randa Markos e Cynthia Calvillo. Marina é a nona colocada no ranking da categoria e mais uma vitória contra uma lutadora consagrada pode coloca-la na rota das TOP 5.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar