Geral, Grande Floripa, Obras, Tempo - 02 Jul 2020 20:08

Ciclone deixa estragos, blecaute e uma mulher ferida em São João Batista

O fenômeno atingiu todos os bairros, em diferentes proporções
Por: Direto da Redação TSF
 
Ciclone deixa estragos, blecaute e uma mulher ferida em São João Batista (Foto: divulgação)

São João Batista foi uma das cidades da Grande Florianópolis mais atingidas pelo ciclone-bomba que provocou estragos mortes entre a tarde de terça (30) e a manhã de quarta (1º). As fortes rajadas de vento, que ultrapassaram os 90km/h, resultaram em queda de árvores e um grande número de casas e estabelecimentos parcialmente destelhados. O fenômeno atingiu todos os bairros, em diferentes proporções.

Confira aqui um álbum de fotos com imagens dos estragos em São João Batista

De acordo com a Prefeitura, São João Batista ficou sem energia elétrica, telefonia móvel e internet por mais de 24h. Os serviços aos poucos ainda estão sendo restabelecidos pelas empresas concessionárias. No entanto, ainda nesta quinta (2) grande parte do município permanecia sem acesso a canais de comunicação.

A ventania derrubou parte das coberturas do Centro Municipal de Eventos, do Núcleo Infantil Chapeuzinho Vermelho e do prédio que abriga a Creche Municipal Ignez Raitz Costa. Também houve avarias na Capela Mortuária de Tigipió, que também teve os vidros frontais estourados pela força do vento.

(Foto: divulgação)(Foto: divulgação)

Todas as pontes pênseis do município estão interditadas. O ginásio da Escola Patrício Teixeira Brasil, que pertence à rede estadual, foi outra das estruturas atingidas, com praticamente metade da cobertura arrancada pelo ciclone. No bairro Tajuba 1, uma mulher sofreu fratura exposta na perna após, segundo relatos, cair de uma bicicleta em decorrência dos ventos. Após atendimento inicial no Hospital Monsenhor José Locks, ela foi transferida para o Hospital Florianópolis.

Também foi registrado um acidente veicular na SC-410 durante a passagem do ciclone, causando ferimentos leves em um dos envolvidos. As equipes seguem mobilizadas para atender as ocorrências. Em caso de risco de queda de árvores, a orientação é procurar presencialmente o Corpo de Bombeiros Militar ou a Defesa Civil do município. Ou, ainda, entrar em contato pelo fone 193.

Ainda na terça (30), logo após a passagem do ciclone, a administração municipal mobilizou as equipes de Infraestrutura e Defesa Civil, com o apoio das demais secretarias e dos bombeiros, para identificar os casos mais urgentes e liberar vias públicas bloqueadas. O trabalho continuou ao longo da quarta (1º) e terá sequência nos próximos dias com a limpeza das ruas.

(Foto: divulgação)(Foto: divulgação)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar