Carnaval, Comunidade, Florianópolis, Geral - 01 Mar 2017 17:23

Comcap coleta 73 toneladas de resíduos no Carnaval do Centro

Equipes de até 100 pessoas por dia trabalharam nas ruas centrais, bairros e balneários
Por: Direto da Redação TSF
 
Comcap coleta 73 toneladas de resíduos no Carnaval do Centro (Foto: Roberto Ventura / Divulgação)

Com a lavação geral das ruas centrais, a Comcap concluiu na madrugada desta quar6ta (1º) a Operação Carnaval 2017. O presidente da Companhia, Carlão Martins, informou que foram recolhidas 73 toneladas de resíduos só no Centro de Florianópolis. Duas toneladas a mais do que no ano passado. As equipes da Comcap atuaram na Passarela Nego Quirido e em todas as ruas do Centro e também em bairros e balneários onde ocorreram festas.

A coleta de resíduos domiciliares foi mantida praticamente normal em Florianópolis, com pequena alteração na noite de terça (28). A estimativa é que, com a coleta desta Quarta-feira de Cinzas, ultrapasse as 3 mil toneladas durante os dias de Carnaval.

- Tudo foi feito com muita motivação e competência pelos empregados da Comcap que deram um verdadeiro show nesse Carnaval -, elogia Carlão.

A Comcap manteve os serviços de coleta de resíduos sólidos e zeladoria urbana neste com cerca de 500 pessoas mobilizadas, entre 100 auxiliares operacionais e 400 garis e motoristas. Este ano, os empregados receberam adereços feitos no Museu do Lixo com materiais reaproveitados.

O Departamento de Valorização de Resíduos pela primeira vez faz triagem das fantasias descartadas na dispersão da Passarela Nego Quirido. De acordo com o gerente Erick Martins, no desfile de sábado (25), o material foi depositado em caixa especial, separado pela equipe de sustentabilidade ambiental e vai ser reaproveitado na companhia ou doado para blocos ou escolas de interesse social.

Do total recolhido, a equipe do Museu do Lixo da Comcap selecionou materiais e acessórios mais nobres como penas e plumas, também mais leves, de modo que ficou para ser reaproveitado menos de um quarto do volume.

Os materiais usados nas fantasias pelas escolas de samba costumam ter baixa qualidade para a reciclagem, explica Erick Martins, porque até o metal das armações é muito misturado a esponjas e colas, dificultando a reciclagem. De modo que, de tudo que foi recolhido, 260 quilos foram de rejeitos e tiveram de ser encaminhados ao aterro sanitário. Nesta terça, no Desfile das Campeãs, também foi feita a coleta das fantasias e o material está em processo de triagem no Centro de Valorização de Resíduos da Comcap, no Itacorubi.

(Foto: Roberto Ventura / Divulgação)(Foto: Roberto Ventura / Divulgação)

(Foto: Roberto Ventura / Divulgação)(Foto: Roberto Ventura / Divulgação)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar