Biguaçu, Florianópolis, Geral, Guarani de Palhoça, Palhoça, São José, Trânsito - 28 Ago 2017 13:34

Comunidade debate projeto para o transporte público na Grande Floripa

Principais mudanças propostas são novas linhas municipais e maior frequência
Por: Direto da Redação TSF
 
Comunidade debate projeto para o transporte público na Grande Floripa Audiência em São Pedro de Alcântara. (Foto: Rosália Pessato/Suderf / Divulgação)

Novas linhas de ônibus municipais na Grande Florianópolis e mais frequência do transporte coletivo são as principais mudanças propostas pela Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (Suderf) para a Rede Integrada de Transporte Coletivo Metropolitano. O projeto, elaborado em parceria com o Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC e discutido com as prefeituras, foi apresentado nos municípios de São Pedro de Alcântara, Antônio Carlos, Santo Amaro da Imperatriz, Biguaçu e Águas Mornas nas últimas semanas.

- Os resultados foram muito bons porque não se resumiram a reclamações. As pessoas expuseram suas necessidades, como a ampliação de linhas e horários e tudo aquilo que corresponde a um bom sistema de transporte. Foi muito produtivo, inclusive com a participação dos prefeitos dos cinco municípios, que estão integrados ao processo de planejamento, visando ao atendimento da sua população -, comentou o superintendente de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis, Cassio Taniguchi.

Hoje, o sistema de transporte coletivo, na maioria das cidades da região continental da Grande Florianópolis, está restrito a linhas intermunicipais para Florianópolis, com pouca oferta de ônibus. Com a Rede Integrada de Transporte Coletivo Metropolitano, o usuário do sistema poderá trocar de veículo para chegar a uma cidade da região sem pagar novas passagens cheias, ou seja, pagará apenas o complemento de tarifa dependendo do destino.

- Todos os sistemas de transporte coletivo na região metropolitana têm que ser regularizados, ou seja, precisa haver concorrência pública, com exceção de Florianópolis. A sobreposição de linhas e serviços é ineficiente e não traz benefícios ao usuário. As vantagens do sistema integrado são mais conectividade entre os municípios da região continental, redução de custos do sistema, mais serviços aos usuários e média de tarifa mais baixa -, explicou o diretor técnico da Suderf, Celio Sztoltz.

As apresentações da Suderf e UFSC da Nova Rede de Transporte Coletivo Metropolitano ocorrem em parceria com as prefeituras municipais. Na quinta-feira (31), acontece em em São José, a partir das 19h30, no Centro Multiuso. Já em Palhoça e Governador Celso Ramos, as datas não foram definidas pelas prefeituras.

Serviço
O quê: Apresentação da Nova Rede de Transporte Coletivo Metropolitano
Onde: Centro Multiuso de São José (Av Acioni Souza Filho, s/n)
Quando: quinta (31), às 19h30min


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar