Economia e Negócios, Eventos, Florianópolis, Obras, Política - 16 Mai 2018 23:16

Em Canasvieiras, Temer revela que não queria vir a Floripa “de mãos abanando”

Presidente anunciou a construção de mais 50 mil casas do Minha casa, Minha Vida para 2018
Por: Direto da Redação TSF
 
Em Canasvieiras, Temer revela que não queria vir a Floripa “de mãos abanando” (Foto: Pedro Tavares/CBIC / Divulgação)

Em sua rápida passagem por Florianópolis na noite desta quarta (16), em que veio participar da abertura do 90º Encontro Nacional da Indústria da Construção, em Canasvieiras, o presidente Michel Temer anunciou a construção de mais 50 mil casas em todo o país pelo programa Minha Casa, Minha Vida ainda este ano.  No entanto, não esplicitou o quantas moradias seriam em Santa Catarina.

Em seu discurso, o presidente, que estava acompanhado do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, disse que não poderia chegar ao evento de “mãos abanando”.

- Hoje de manhã, estávamos reunidos no meu gabinete, eu e o ministro Baldy. Chegamos à conclusão de que não poderíamos vir de mãos abanando. Tínhamos que chegar e declarar que, além das milhares de casas já autorizadas para a construção, já autorizei hoje de manhã mais 50 mil casas para serem construídas neste ano -, disse.

Temer também assinou a liberação de verbas federais para a conclusão do Centro de Eventos de Balneário Camboriú e crédito para o programa Avançar Cidades, que beneficiará oito municípios catarinenses, todos fora da Grande Florianópolis.

O presidente exaltou a geração de empregos que vem com a medida, e também fez um afago no setor da construção civil. Disse que o setor é importante para o crescimento da economia do país.

- Neste esforço de erguer um Brasil mais justo e próspero, a construção civil é um aliado indispensável -, completou Temer, que retornou a Brasilia no vôo das 21h30min, no Aeroporto Internacional Hercílio Luz.

O presidente Temer elogiou o tema escolhido para o evento,  — a inovação técnica, de gestão e política — e recordou a importância do setor da construção civil para o país, como gerador de renda e crescimento econômico. No caso de Santa Catarina, o segmento representa quase 6% do PIB e gera mais de 100 mil empregos.

“É uma satisfação vir a Florianópolis para esse tradicionalíssimo evento. Volto para Brasília animadíssimo”, disse Temer.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar