Florianópolis, Geral, Meio Ambiente, Turismo - 28 Jun 2020 17:51

Entre 70 pinguins mortos, um sobrevive e é resgatado na Praia do Moçambique

A causa provável da morte é asfixia/afogamento. Sobrevivente foi levado para reabilitação
Por: Direto da Redação TSF
 
Entre 70 pinguins mortos, um sobrevive e é resgatado na Praia do Moçambique (Foto: R 3 Animal / Divulgação)

As equipes de ambientalistas da Ong R3 Animal retiraram no sábado (27) os corpos de 70 pinguins da orla entre as praias do Santinho e Moçambique, entre o Norte e o Leste da Ilha, em Florianópolis. Apenas um dos animais foi encontrado com vida, sendo resgatado e levado para reabilitação no Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM/R3 Animal),que funciona no bairro Rio Vermelho, junto à Polícia Ambiental.

As aves apresentavam marcas nas nadadeiras que sugerem ferimentos provocados por equipamentos de pesca. Na orla do Moçambique, região pouco frequentada por banhistas, foram recolhidos 59 pinguins mortos. Outros 11 estavam nas areias do Santinho, região mais urbanizada e com muitos visitantes. Um dos animais mortos estava com um pedaço de rede de pesca preso ao corpo.

Segundo a médica veterinária Janaína Rocha Lorenço, as análises sugerem que os pinguins ficaram presos.

- Até agora, todos os pinguins que passaram por necropsia a causa provável de morte é asfixia/afogamento, com apteria em aletas (falha de penas nos membros torácicos), congestão generalizada e miopatia de captura (alterações fisiológicas desencadeadas no corpo por ficarem tentando se soltar por bastante tempo) -, explicou Janaína, na manhã deste domingo (28).

(Foto: R 3 Animal / Divulgação)(Foto: R 3 Animal / Divulgação)

- É bem triste a morte deles, ficamos arrasados cada vez que um morre. É bem frustrante o indicativo de que eles sofreram ao morrer -,  lamenta.

Desde o dia 10 de junho até sexta-feira, 26, a R3 Animal havia resgatado 147 pinguins-de-Magalhães nas praias da Ilha de Santa Catarina. Onze deles estão em reabilitação, junto com outros 15 resgatados e estabilizados pelos parceiros de PMP-BS (Univali, Udesc e Univille).

Além da questão do plástico descartado nos oceanos e confundidos com alimento, a captura incidental (bycatch) é uma das grandes causas de morte de animais marinhos. Mesmo não sendo alvo de pescaria, os animais acabam capturados e morrem.

A R3 Animal monitora diariamente as praias da faixa Leste da Ilha, entre as praias Brava e da Solidão, exceto a Lagoinha do Leste, monitorada semanalmente a pé. As outras praias da Ilha são atendidas via acionamento pelo telefone 0800 642 3341, das 7h às 17h.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar