Educação, Florianópolis, Manezinhos pelo Mundo, Tecnologia, Trabalho - 27 Ago 2019 18:47

Estudantes de Floripa conquistam medalhas no mundial de profissões

Dupla do Senai participou do 45ª WorldSkills Competition
Por: Direto da Redação TSF
 
Estudantes de Floripa conquistam medalhas no mundial de profissões (Foto: divulgação)

A dupla composta pelos estudantes do SENAI/SC Raissa Marcon Constante e Jean Carlos Nicoletti Novak, ambos de Florianópolis, conquistou a medalha de bronze em Segurança Cibernética na 45ª WorldSkills Competition, o torneio mundial de educação profissional, encerrada nesta terça (27), na Rússia. Gabriel Hoffmann, de Palhoça, ficou em 8º na categoria Manutenção de Aeronaves. Com esses desempenhos, eles contribuíram para que o Brasil chegasse à terceira posição na classificação geral, mantendo-se há sete edições consecutivas entre os cinco melhores em educação profissional do planeta.

Os quatro catarinenses que conquistaram medalha de excelência também superaram a marca de 700 pontos em 800 possíveis. São eles Gabriel Ribeiro (Blumenau, 4º colocado em Soluções de Software para Negócios), Allan Scholze (São Bento do Sul, 7º em Fresagem CNC) e Eduardo Hermann (Blumenau, 7º em Gestão de Sistemas de Redes TI), todos do SENAI, além Isadora Berti Guedes Pereira (Tubarão, 9ª em Estética e Bem-Estar), que é do SENAC. Em 73% das ocupações, os brasileiros estabeleceram um padrão de excelência.

- Para minha carreira profissional isso representa visibilidade; hoje eu tenho um trabalho e isso vai me dar visibilidade dentro do meu trabalho e também fora dele, em nível mundial -, disse Raissa.

- Espero que sirva de inspiração para outros alunos do SENAI, porque a segurança cibernética está crescendo muito no Brasil -, destacou. Ela espera que em Shangai-China (em 2021) o representante brasileiro consiga um resultado ainda melhor. Para seu colega Jean, a preparação representou a oportunidade de obter conhecimentos técnicos avançados, com a ajuda do SENAI.

- Agora podemos repassar os conhecimentos aos professores, demais alunos e futuros alunos. Conseguimos mostrar que o SENAI tem força e que o Brasil tem força na modalidade de segurança cibernética, que está crescendo bastante em nosso país -, disse.

Raíssa estudou nas unidades do SENAI em Tubarão e depois Florianópolis e Jean na unidade de Tijucas e depois na capital. Esta foi a primeira vez que a ocupação de Segurança Cibernética foi disputada no torneio internacional.

Na WorldSkills 2019, o Brasil conquistou duas medalhas de ouro, cinco de prata, seis de bronze e 28 certificados de excelência internacional. O Brasil totalizou 39,7 mil pontos, com pequena diferença para os países classificados à sua frente. A campeã foi a China, que sediará a próxima edição, com 40,8 mil pontos, seguida da Rússia, anfitriã, com 40,1 mil. A diferença para a Coreia, quarta colocada, foi de praticamente seis mil pontos. O Brasil contou com 63 competidores, dos quais 56 do SENAI e sete do SENAC. Foram nove catarinenses na disputa, sete deles do SENAI e dois do SENAC, constituindo-se na maior delegação do estado já enviada ao torneio mundial.

O evento envolveu 1.354 estudantes de educação profissional de 62 países. Nas provas, os competidores realizaram atividades práticas relacionadas a cada profissão, tendo como base as qualificações exigidas pelo mercado de trabalho e as atualizações tecnológicas que estão chegando às empresas.

- O resultado demonstra o alto nível de excelência da educação profissional brasileira e da proposta de ação do SENAI, que é conectar a capacitação técnica às necessidades do mercado de trabalho, sobretudo da indústria -, disse o diretor regional do SENAI/SC, Fabrizio Machado Pereira.

- Nossos estudantes se mostraram vencedores e demonstraram a importância da educação técnica, que tanto ajuda a inserção dos jovens no mercado de trabalho quanto é imprescindível para a competitividade das indústrias e das nações -, completou.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar