Florianópolis, Polícia - 18 Abr 2017 07:23

Guerra entre traficantes deixa mais cinco mortos na Vila União, no Norte da Ilha

Troca de tiros entre grupos rivais ocorreu às 5h desta terça (18)
Por: Direto da Redação TSF
 
Guerra entre traficantes deixa mais cinco mortos na Vila União, no Norte da Ilha Juliano, que sobreviveu e está preso, aparece no Facebook em fotos com colete balístico e arma na cintura (Foto: Facebok / Divulgação)

Uma troca de tiros entre grupos de traficantes rivais terminou com cinco pessoas mortas por volta das 3h da madrugada desta terça-feira (18), na servidão José Rodrigues da Silva, na comunidade da Vila União, no Norte da Ilha, em Florianópolis. Três das vítimas morreram na hora. A quarta chegou a ser socorrida mas acabou morrendo no Hospital. A quinta vítima trocou tiros com os PMs. O suspeito estava escondido debaixo de uma pia, numa residência, e portava uma pistola e colete balístico. Ele foi atingido e chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do Hospital.

Os policiais haviam sido chamados pelo fone 190 numa denuncia de perturbação de sossego, onde havia um a festa com música muito alta. No entanto, os policiais foram recebidos a tiros e solicitaram reforço. Quando as outras guarnições chegaram, os dois primeiros corpos foram localizados, caídos no meio da rua. Em seguida, outras duas vítimas estavam dentro de uma casa, na quadra H. Um deles, já morto.

No começo da tarde, foram divulgadas pela PM a identificação de três das vítimas: Adalberto Eduardo de Oliveira Barbosa, de 28 anos, natural de Lages, Luiz Henrique Camacho do Santos, 19, nascido em Foz do Iguaçu, e Wesley Rocha de Brito, 20 anos. À noite, foi identificado também Liniker Bruno Carvalho de Oliveira.

Mais tarde, um homem que estava escondido num terreno, pediu ajuda dos vizinhos, que chamaram a Polícia. Ele estava ferido nas pernas e teria participado do tiroteio. O homem foi identificado como Juliano Wilian Lourenço, natural de Pinhais, no Paraná. Ele foi levado para o hospital, onde permanece sob escolta policial. Juliano estava em liberdade provisória do Presídio Regional de Itajaí – Canhanduba,e tem passagens na Justiça por ameaças.

A Polícia Militar havia sido acionada através do fone 190 com uma denúncia de que estaria ocorrendo o tiroteio. Os corpos foram encontrados na servidão, que fica às margens da estrada Anarolina Silveira dos Santos. Até o começo da manhã ninguém havia sido preso.

Adalberto Barbosa está entre os mortos (Foto: Facebook / Divulgação)Adalberto Barbosa está entre os mortos (Foto: Facebook / Divulgação)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar