Biguaçu, Florianópolis, Geral, Grande Floripa, Palhoça, São José, Saúde, Trabalho - 06 Ago 2020 22:11

Hospital Universitário vai testar vacina tríplice no combate ao coronavírus

Estudo será aplicado em profissionais de Saúde da grande Florianópolis
Por: Direto da Redação TSF
 
Hospital Universitário vai testar vacina tríplice no combate ao coronavírus (Foto: divulgação)

O Hospital Universitário em Florianópolis irá testar em pacientes a vacina tríplice viral no combate do novo coronavírus A vacina, que integra o calendário nacional de imunização, será aplicada em profissionais da saúde da Grande Florianópolis que se dispuserem como voluntários.

A pesquisa, coordenada pelo professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Edison Fedrizzi, identificou que a mesma vacina que previne contra o sarampo, a caxumba e a rubéola, também ativa o sistema imunológico, o que pode contribuir para prevenção do vírus ou, ao menos, reduzir o impacto dele no organismo.

Segundo ele, o próximo passo é avaliar a efetividade da imunizadora contra a covid-19 em profissionais que estão na linha de frente do combate ao vírus e, consequentemente, os mais expostos ao contágio. Periodicamente, o participante vai ser testado para acompanhar se houve infecção e o grau dos sintomas. A previsão é ter resultados preliminares da eficácia da vacina dentro de alguns meses.

- Sabemos que os profissionais da saúde são as pessoas com maior risco de adquirir essa infecção. Gostaria de convidar todos os profissionais da saúde da Grande Florianópolis para participar do nosso estudo. Basta enviar uma mensagem para o nosso telefone -, reforça Fedrizi.

A pesquisa envolvendo a vacina MMR é um dos cinco projetos aprovados no edital 06/2020 da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), que destinou R$ 1 milhão em recursos em dois editais, um para estudos e outro para desenvolvimento de produtos com ação de curto prazo no combate à pandemia e seus efeitos.

Os demais interessados em participar podem entrar em contato com o coordenador da pesquisa, professor Edison Fedrizzi pelo telefone (48) 99128-2284. Todos participantes devem ter entre 18 e 60 anos e trabalhar na área de saúde, além de morar na Grande Florianópolis. Cada voluntário será testado inicialmente para covid-19 e depois receberá a dose da vacina ou do placebo.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar