Florianópolis, Turismo, Verão - 30 Jan 2020 18:06

IMA aponta pontos nas praias onde ocorre mais vandalismo nas placas

Cinco pontos no Norte da Ilha estão entre os preferidos pelos vândalos
Por: Direto da Redação TSF
 
IMA aponta pontos nas praias onde ocorre mais vandalismo nas placas (Foto: divulgação)

Cinco diferentes pontos em três traias do Norte da Ilha, em Florianópolis, estão na lista de locais onde mais ocorrem vandalismo contra as placas de balneabilidade instaladas no litoral catarinense. De acordo com o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), as ocorrências vem se repetindo, com a retirada ou adulteração da sinalização que indica se o ponto está próprio ou impróprio para banho.

Dois dos pontos onde o crime tem sido mais frequente estão na Praia de Ponta das Canas, sendo um deles em frente à rua Alcina Jannis, e outro junto ao Canal.

Na Cachoeira do Bom Jesus, outros dois pontos foram apontados pelo IMA, um em frente ao trevo dos Ingleses e outro em Frente à Rua Deputado Otacilio Costa. O quinto ponto com mais registros fica na Praia dos Ingleses, junto à sede da Comcap, na saída para a rua Ruth Pereira.

O IMA chama a atenção dos usuários para as cores, pois a impropriedade é sinalizada não apenas pela palavra, mas também pela cor vermelha. Por isso, mesmo que alterada, a cor permanece indicando que o local não está adequado para mergulho. Assim que toma conhecimento do vandalismo, o IMA imediatamente vai ao ponto consertar a indicação. As placas que foram retiradas serão reinstaladas.

Devido ao fato de as placas serem danificadas, vandalizadas, queimadas e até excluídas do local onde foram implantadas para informar a condição do ponto amostrado, o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), responsável há mais de 40 anos pelo monitoramento da qualidade da água do mar para banho humano, reforça a solicitação aos banhistas para que acessem o site balneabilidade.ima.sc.gov.br ou o aplicativo Praia Segura para buscar a situação atualizada de cada um dos 231 pontos analisados no litoral catarinense.

O IMA destaca ainda que além de ser crime ambiental de acordo com a Lei nº 9.605/98, o vandalismo às placas de balneabilidade compromete a saúde pública e pode gerar consequências não apenas para os banhistas, mas também para todo o comércio e turismo da região.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar