Educação, Esportes, Florianópolis, Geral, Palhoça, São José - 19 Nov 2021 14:32

Justiça manda Comitê Paralímpico acatar inscrição de paratletas de SC

Falha da Fesporte acabou prejudicando cerca de 110 atletas que ficaram de fora dos Jogos para-escolares em SP
Por: Direto da Redação TSF
 
Justiça manda Comitê Paralímpico acatar inscrição de paratletas de SC Centro paralimpico em São Paulo, onde serão os Jogos escolares paralimpicos (Foto: divulgação0

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou que o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) abra um novo prazo de de cinco dias para receber a inscrição de atletas, técnicos e dirigentes catarinenses para que possam participar das Paralimpíadas Escolares 2021. A competição está marcada para ocorrer entre a terça (23) a sesta (26), no Centro Para olímpico, em São Paulo. Conforme publicado aqui no Portal Tudo Sobre Floripa, a Fesporte, Fundação do Governo do Estado responsável por formalizar a inscrição da delegação catarinense, teria perdido o prazo de inscrição, prejudicando cerca de 110 para-atletas. Além de ficar de fora da competição, eles também deixariam de receber um auxílio mensal emdinheiro do Projeto Bolsa Atleta federal.

Originalmente, o período de inscrições ao evento transcorreu de 25 de agosto a 20 de setembro deste ano. A Fesporte não esclareceu as circunstâncias do erro, mas o assunto chegou a ser debatido na Assembleia Legislativa, causando revolta em alguns deputados, que exigiram providências e até mesmo a demissão sumária do servidor que teria sido responsável pelo equívoco.

A Fesporte, no agravo, justificou ter sofrido com problemas de queda no sistema eletrônico disponibilizado pelo CPB, informando também que a maior parte dos paratletas recebe auxílio financeiro a partir de bolsas concedidas pelo Estado, que estariam em risco caso não venham a participar da competição nacional. O desembargador Jorge Luiz de Borba, em seu voto, deixou claro que ainda há dúvidas sobre as responsabilidades pelo problema registrado, mas pontuou como gravíssimos os danos a serem suportados caso não se reverta este quadro de maneira imediata.

- Por certo maiores luzes se lançarão sobre a quaestio após o exercício do contraditório, mas não há como se postergar a deliberação judicial para momento futuro se é evidentemente gravíssimo o potencial dano a quase uma centena de atletas, treinadores e membros de equipes que, por razões ainda não bem esclarecidas, deixaram formalmente de compor a delegação catarinense -, registrou o magistrado.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar