BR-101, Geral, Grande Floripa, Obras, Política, Trânsito - 15 Set 2021 23:10

Lideranças do PT visitam obras do contorno viário da Grande Floripa

Grupo foi rcebido pelo superintende de Investimentos da concessionária Arteris Litoral Sul
Por: Direto da Redação TSF
 
Lideranças do PT visitam obras do contorno viário da Grande Floripa (Foto: divulgação)

Uma comitiva de lideranças do PT catarinense esteve na terça (14) visitando as obras do Contorno Viário da Grande Florianópolis. O objetivo foi identificar os motivos dos atrasos na conclusão dos trabalhos, que se arrastam há onze anos. O grupo, formado pela vereadora Carla Ayres, a ex-senadora Ideli Salvatti, o deputado Fabiano da Luz, o deputado Padre Pedro Baldissera, além de diversas outras lideranças do partido, foi recebido pelo superintende de Investimentos da concessionária Arteris Litoral Sul, Marcelo Módolo.

Considerada a obra mais importante em andamento na região metropolitana da Capital, o trajeto promete desafogar o trânsito no trecho da BR 101 entre Biguaçu e Palhoça, desviando cerca de 18 mil veículos pesados por dia. A conclusão do Contorno Viário da Grande Florianópolis promete gerar um impacto enorme na economia e na qualidade de vida da população da região e da Capital.

Com maior fluidez no trânsito, o deslocamento da população tende a ser mais rápido, reduzindo os custos e o tempo perdido nas filas intermináveis ao longo do trajeto. Em face dos impactos que a obra deve gerar na vida da população, a vereadora Carla Ayres apresentou requerimento para a realização de uma audiência pública no âmbito da Comissão de Viação, Obras Públicas e Urbanismo da Câmara Municipal de Florianópolis de forma conjunta com a Comissão de Transportes, Desenvolvimento Urbano e na Comissão de Agricultura e Política Rural da Alesc para discutir o andamento e os impactos do Contorno Viário.

De acordo com a vereadora, o futuro da obra e o legado que ela pode trazer à vida das pessoas ainda precisa ser debatido com a população.

- O objetivo é buscar informações a respeito da execução do cronograma físico e financeiro da obra, os impactos nos municípios da Grande Florianópolis, além de buscar o diálogo e mais informações sobre a gestão e as responsabilidades a serem compartilhadas após a entrega final -, disse.

Fruto de investimentos do Programa de Estradas e Rodovias do Governo Lula, o Contorno Viário da Grande Florianópolis vem sofrendo sucessivos adiamentos de sua entrega e a previsão final agora é apenas para dezembro de 2023, superando em 11 anos o plano inicial da concessionária Arteris Litoral Sul, que venceu a licitação em 2008 e anunciou o prazo final da obra para 2012.

Quando finalizado, o contorno viário da Grande Florianópolis terá 50 km de extensão em pistas duplas, com quatro túneis, sete pontes, 1.163 áreas desapropriadas e investimento total de R$ 3,7 bilhões. Representantes da deputada Luciane Carminatti, do deputado Neodi Saretta, do deputado federal Pedro Uczai, o ex-superintendente do DNIT, João José Dos Santos, além da presidenta do PT de Florianópolis, Eliane Schmidt, e Marcelo Quirino, representando o PT de Biguaçu, também estiveram presentes na visita às obras do Contorno Viário.

Segundo o deputado Fabiano, esta obra foi concessionada ainda no governo Lula, em 2008, com um baixo preço de pedágio, na época chamado de “social” e terá alto impacto na região.

- A partir desta vistoria, a proposta é desenvolver ações para cobrar um plano de mobilidade urbana e desenvolvimento econômico para a microrregião, envolvendo o governo do Estado e os municípios, e fazer o acompanhamento financeiro -, disse.

Ideli Salvatti destacou que a intenção é debater o sistema viário da microrregião que envolve BRs, concessionárias (do contorno e da BR-101), o governo do Estado com as SCs e os municípios com as suas principais vias.

- A sequência deste trabalho é provocar uma discussão e a necessidade de que tudo tem que estar integrado e que as obras dialoguem entre si -, disse.

No âmbito da Alesc, foram protocolados pelos deputados Neodi Saretta e Luciane Carminatti requerimento à Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT solicitando quais ações estão sendo tomadas para o reposicionamento do trecho que corta o bairro Aririú, em Palhoça, entre a localidade e o contorno viário; e um pedido de informação ao secretário de Estado de Infraestrutura questionando sobre a existência de projetos para a integração das rodovias federais, estaduais e estradas municipais à obra.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar