Economia e Negócios, Florianópolis, Geral, Tecnologia - 01 Jul 2018 21:52

Linhas de transmissão de energia da Grande Floripa são vendidas em leilão

O lote referente a Grande Florianópolis foi vencido pelo consórcio Columbia
Por: Direto da Redação TSF
 

O lote que abrange as cargas da região metropolitana de Florianópolis (SC) foi o primeiro a ser negociado no leilão de linhas de transmissão de energia elétrica realizado na quinta (28) na B3, em São Paulo. O lote referente a Grande Florianópolis foi vencido pelo consórcio Columbia, que reúne as empresas Transmissora Aliança de Energia Elétrica e a Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (Cteep), com valor de oferta de R$ 38.231.291,00 e deságio de 66,65% em relação à Receita Anual Permitida (RAP) inicial estabelecida pela ANEEL.

A maior vencedora do leilão foi a empresa indiana Sterlite Power Grid, que levou seis dos 20 lotes leiloados. Marcado para começar às 9h, o leilão só começou sete horas depois, após uma suspensão decorrente de uma ação judicial impetrada pela empresa Jaac Materiais e Serviços de Engenharia, também estreante no mercado de transmissão.

Neste leilão, as empresas declaradas vencedoras foram as que apresentaram o menor valor de receita anual permitida (RAP), em reais por ano. A RAP é a receita a que o empreendedor terá direito pela prestação do serviço de transmissão a partir da entrada em operação comercial das instalações.

O leilão só teve início às 16h, porque a Jaac Materiais e Serviços recorreu à Justiça após ficar de fora do leilão por falta das garantias necessárias à participação, de acordo com o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. A Jaac, que conseguiu o direito de participação, estava interessada no principal lote do certame, o terceiro, referente às linhas de transmissão no Ceará e Rio Grande do Norte. O lote foi vencido pela empresa indiana Sterlite Power Grid Ventures Limited.

Além dela, 46 empresas e consórcios participaram do leilão, que negociou 20 lotes de linhas de transmissão de energia elétrica. Os lotes negociados contemplam 2.560 quilômetros de linhas, que deverão gerar R$ 6 bilhões em investimentos e aproximadamente 13,6 mil empregos. O prazo para operação comercial dos empreendimentos varia de 36 a 63 meses, com concessões por 30 anos, contados a partir da assinatura dos contratos.

Por Elaine Patricia Cruz, repórter da Agência Brasil


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar