Esportes, Figueirense, Manezinhos pelo Mundo - 01 Set 2018 12:02

Marina Rodriguez analisa vitória em Las Vegas que valeu contrato com o UFC

Luta será exibida pela Rede Globo na madrugada deste domingo (2)
Por: Direto da Redação TSF
 
Marina Rodriguez analisa vitória em Las Vegas que valeu contrato com o UFC (Foto: Divulgação)

A Rede Globo vai exibir no começo da madrugada deste domingo (2) a vitória da atleta de Floripa Marina Rodriguez no segundo episódio do Contender Series Brasil, sobre a carioca Maria Oliveira. O resultado, que á havia sido revelado pelo Tudo Sobre Floripa há duas semanas, valeu um contrato com o UFC, maior organização de lutas do mundo. Na sexta (31), a luta foi exibida pelo Canal Combate.

Marina é natural de Bagé (RS), mas foi em Floripa que deu seus primeiros passos no MMA, na academia Thai Brasil, com o mestre Marcio Maiko. Sua luta no Contender Series foi gravada em Las Vegas, no começo de agosto, mas só agora foi exibida na TV.

Marina chegou nos EUA invicta com nove vitórias em nove lutas. Diante de Maria Oliveira, ela voltou a dar show de muay thai, ampliou seu cartel e carimbou sua entrada no UFC após sua décima vitória seguida nos octógonos.

Curiosamente, o passeio foi tanto que sua adversária desistiu do combate enquanto sofria uma série de cruzados e cotoveladas. A surpresa com o fim do confronto atingiu não apenas a plateia, como também a vencedora, que garantiu que preferia ter triunfado de oura maneira.

- Acho que ela [Maria] sentiu uma cotovelada e uma joelhada no rosto. Eu preferia que ela tivesse continuado, que a gente tivesse feito uma guerra de verdade, eu batendo e levando… Ia ser mais emocionante. Mas valeu, assinei contrato”, narrou em conversa com a mídia brasileira presente em Las Vegas (EUA).

Após a conquista, um momento curioso. Enquanto dava entrevista para os canais de transmissão do Contender Series, Marina foi interrompida por Dana White, que fez questão de cumprimentá-la e quebrar qualquer protocolo do reality show.

- Tinha dois planos. Ela viria com tudo para bater, ia levar porrada e continuar vindo para cima e eu ia vencer ela no cansaço, encaixando as mãos. Ou ela ia me botar para baixo. Ela veio no nosso jogo e deu certo. […] Quando acabou a luta. o Dana White veio me cumprimentar. Quando acabou, a repórter americana veio me dizer que isso nunca tinha acontecido. Então eu estava confiante [risos] - finalizou.

(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar