Agricultura, Florianópolis, Geral - 28 Abr 2014 10:47

Morre aos 72 anos o vice-presidente da Faesc, Nelton Rogério de Souza

No cargo desde 1997, o urupemense sofria de câncer e teve complicações cardiorrespiratórias
Por: Nicoly Bernardes
 
Morre aos 72 anos o vice-presidente da Faesc, Nelton Rogério de Souza Na trajetória, Nelton teve uma intensa atividade comunitária, política e sindical (Foto: MB Comunicação / Divulgação)

O vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), Nelton Rogério de Souza, faleceu na manhã de domingo (27), às 11h, no Hospital de Caridade, em Florianópolis, vítima de câncer e de complicações cardiorrespiratórias. Nelton tinha 72 anos e ocupava a vice-presidência da Faesc desde 1997.

O corpo está sendo velado na capela do Cemitério de Itacorubi, em Florianópolis, e será trasladado para Urupema, onde será velado na Igreja Matriz a partir das 10h desta segunda-feira (28) e sepultado no jazigo da família, no Cemitério Municipal, às 11h.

Nelton, nascido em 10 de fevereiro de 1942 em Urupema, filho de Evaldo Pereira de Souza e Neci Fontanella de Souza, se casou com Neusa Carmem Formighieri de Souza, com quem teve duas filhas: Maria Cláudia de Souza Moia e Eloísa Cristina de Souza Santiago. Completou a graduação na Escola de Agronomia Eliseu Maciel, em Pelotas, no Rio Grande do Sul.

Na trajetória, uma intensa atividade comunitária, política e sindical. Foi eleito prefeito de Urupema para o mandato de 1993 a 1996. Presidiu a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) no período de 1979 a 1983. Foi secretário executivo da Associação de Crédito e Assistência Rural de Santa Catarina (Acaresc) e presidente do Núcleo de Engenheiros Agrônomos do Vale do Rio do Peixe.

Presidiu o Conselho Paritário Produtor/Indústria do Estado de Santa Catarina (Conseleite) e foi um dos principais interlocutores do setor primário da economia barriga-verde.

Nelton sofria de câncer na bexiga há vários anos, obtendo um tratamento rigoroso em Santa Catarina e várias internações hospitalares. Mesmo assim, nunca abandonou suas funções nas instituições onde trabalhava.

O presidente da Faesc, José Zeferino Pedrozo, disse que a perda é irreparável e destacou o papel do dirigente falecido no fortalecimento do sindicalismo patronal rural em Santa Catarina.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar