BR-101, BR-282, Polícia, Trânsito - 07 Out 2013 08:08

Multas por embriaguez nesse ano já superam mesmo período em 2012

Polícia Rodoviária Federal atribui maior fiscalização à rigidez da nova Lei Seca
Por: Róbinson Gambôa
 
Multas por embriaguez nesse ano já superam mesmo período em 2012 Fiscalização apertou o cerco aos motoristas infratores (Foto: divulgação/Nucom PRF)

O cerco aos motoristas que misturam álcool com direção, intensificado com a nova lei seca, fez com que a Polícia Rodoviária Federal aumentasse a quantidade de multas por embriaguez ao volante entre o ano passado e 2013. Segundo a PRF, de janeiro a agosto, foram registradas 1.912 multas por esse tipo de crime. No ano passado, no mesmo período, haviam sido 1.648 multas.

No final de 2013, PRF deverá superar a quantidade de multas aplicadas em todo o ano passado: 2.620 notificações. Mesmo com a nova Lei Seca, que entrou em vigor em dezembro de 2012 determinando a tolerância zero para embriaguez, as ocorrências deste tipo tem aumentado, segundo informações da Polícia Rodoviária.

Dos 1.912 motoristas flagrados nas rodovias federais de Santa Catarina, mais de 700 foram presos por apresentarem índice maior que 0,29 mg de álcool por litro de ar nos pulmões, ou se negarem a fazer o teste. Para a PRF, a cultura brasileira ao consumo de bebidas alcoólicas, o aumento da frota de carros e número de novos motoristas contribuem para que essas ocorrências aconteçam.

As consequências para os motoristas que apresentarem índice menor do que 0,29 mg de álcool por litro de ar é a aplicação de uma multa no valor de R$ 1.915,00, recolhimento da habilitação, suspensão do direito de dirigir por doze meses, além da retenção do veículo. Os condutores que apresentarem índice maior ou igual a 0,30 mg de álcool por litro de ar, além de todas as penalidades anteriores, ainda são autuados em flagrante.

Caso o motorista seja reincidente na mesma infração dentro de um ano, o valor da multa é duplicado para R$ 3.830,00, além da cassação do direito de dirigir. Outra consequência importante é lembrar que a apólice de seguro não cobre os prejuízos nos casos em que o motorista apresenta sinais de embriaguez.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar