Cultura, Eventos, Florianópolis - 11 Jan 2019 18:15

Museus no Centro de Floripa são opções de lazer durante a temporada

Prédios históricos de arquitetura colonial e imperial contrastam com outros da era modernista.
Por: Direto da Redação TSF
 
Museus no Centro de Floripa são opções de lazer durante a temporada (Foto: Michael Gonçalves/Assessoria de Imprensa do TJ)

Além de conhecer as mais belas praias da Ilha de Santa Catarina, o visitante ou morador de Florianópolis também tem a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a cultura e a história dos principais pontos turísticos durante a temporada de férias. Há 125 anos, no século 19, o belo balneário de Canasvieiras, por exemplo, era cenário de uma batalha naval da Revolução Federalista. No trajeto em visitas aos museus situados na área central de Florianópolis, os prédios históricos de arquitetura colonial e imperial contrastam com outros da era modernista.

Para quem deseja conhecer um pouco mais da nossa história, o Museu do Judiciário Catarinense, no hall superior do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), preparou a exposição “Águas Revoltas - A Justiça Catarinense e a Revolução Federalista”, aberta a todo o público.

- As pessoas que vêm a Florianópolis nesta época estão querendo o mar, mas acredito que o passeio fica mais agradável quando conhecemos a história do local. Várias batalhas foram realizadas na Praia de Canasvieiras e nas Baías Sul e Norte, além dos crimes políticos cometidos na Ilha de Anhatomirim, que são os destinos de milhares de visitantes -, lembra o chefe da Divisão de Documentos e Memória do Poder Judiciário, Adelson André Brüggemann.

Apesar de ter sido um episódio de curta duração (1893 a 1895), a Revolução Federalista, que se levantou contra o regime centralizador iniciado com a Proclamação da República, teve muitas consequências no âmbito da Justiça. Uma das informações interessantes é de que a Ilha de Santa Catarina chegou a ser transformada em sede provisória do governo revoltoso entre 14 de outubro de 1893 e 16 de abril de 1894, e nesse período a cidade de Blumenau foi a capital do Estado, sob o governo de Hercílio Luz.

Os irmãos Victória e Frederico Feiber, respectivamente, de 23 e 11 anos, aproveitaram um momento de folga para conhecer a exposição no Museu do Judiciário Catarinense nessa semana.

- Temos o hábito de frequentar os museus da cidade e essa mostra chamou a nossa atenção. Saber que vivemos em uma cidade pacífica, mas onde já aconteceram batalhas desta natureza enriquece o nosso conhecimento. Vale a pena -, contou a estudante Victória.

Com armas da época, processos originais, fotos dos principais navios torpedeiros e encouraçados, além de maquetes, a exposição tem o conceito da ausência e da presença, em função da falta de documentos de algumas atrocidades cometidas à época.

Algumas opções no Centro de Florianópolis:

Museu do Judiciário Catarinense (Tribunal de Justiça de SC)
Rua Álvaro Millen da Silveira, 208.
De segunda a sexta, das 12h às 19h.
Entrada gratuita.

Museu da Escola Catarinense
Rua Saldanha Marinho, 196.
De segunda a sexta, das 13h às 19h; e aos sábados, das 10h às 16h.
Entrada gratuita.

Museu Victor Meirelles
Rua Rafael Bandeira, 41.
De terça a sexta, das 10h às 18h; e aos sábados, das 10h às 14h.
Entrada gratuita.

Museu Histórico de Santa Catarina (Palácio Cruz e Sousa)
Praça Quinze de Novembro, 227.
De terça a sexta, das 10h às 18h; e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h.
Valor de R$ 5; meia-entrada R$ 2.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar