Geral, Grande Floripa, Obras, Trânsito - 22 Mai 2020 00:23

Obras na SC-108 pelo Projeto Recuperar beneficiam trecho em Anitápolis

Cidade da Grande Florianópolis foi a única beneficiada na região da Capital
Por: Direto da Redação TSF
 
Obras na SC-108 pelo Projeto Recuperar beneficiam trecho em Anitápolis (Foto: divulgação)

Parte das obras de sinalização que estão sendo aplicadas em maio na rodovia SC-108 atingem o trecho não-pavimentado da rodovia que cruza parte da Grande Florianópolis. O trabalho vem sendo feito numa parceria do Governo do Estado e as prefeituras para melhorar a malha viária estadual, dentro do chamado Projeto Recuperar.

A obra foi garantida através do Consórcio Cim/Amavi, que é responsável por 495 quilômetros de rodovias estaduais que passam por 26 municípios da região da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí. Pela Grande Florianópolis, a SC-108 segue do km 149 em Águas Mornas, passando por Canelinha, Major Gercino, Rancho Queimado e Anitápolis. Ainda na Grande Floripa, neste ano,a empresa já efetuou a limpeza de plataforma com roçadas e limpeza de canaletas na SC-350, em Alfredo Wagner.

Mais de 100 ordens de serviço
Em 2020, o Consórcio Interfederativo de Santa Catarina (CinCatarina), já emitiu 102 ordens de serviço, com investimentos na ordem de R$ 1,5 milhão. As rodovias beneficiadas estão em municípios que compõem a Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp), Associação dos Municípios do Meio Oeste Catarinense (Ammoc), Associação dos Municípios dos Municípios do Planalto Norte de Santa Catarina (Amplasc), Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), Associação dos Municípios do Noroeste (Amnoroeste), e Associação dos Municípios da Grande Florianópolis (GranFpolis).

O engenheiro e gerente do CinCatarina, Mauricio Perazzoli, explicou que foi preciso fazer alguns ajustes e aprimoramentos no Projeto Recuperar, junto com a SIE, para avançar com os trabalhos.

- Este ano foi dado continuidade aos serviços de recuperação dos buracos, roçadas e limpeza de sarjeta, e também se iniciou o repasse de materiais, como pedra britada e bica corrida, para os municípios efetuarem as aplicações nas rodovias estaduais não pavimentadas. Na sequência, vão ser iniciados os serviços de sinalização vertical e horizontal -, confirmou.

O consórcio é responsável por uma malha viária de 1.561 quilômetros em 64 cidades, abrange a maior parte das obras em execução no momento. Através do convênio com os municípios estão sendo feitos o diagnóstico da situação das rodovias, manutenção, limpeza e recuperação da pavimentação asfáltica, sinalização das pistas e placas. Veja abaixo as rodovias beneficiadas.

O projeto
O Projeto Recuperar, criado ano passado, faz com que o Estado e os municípios dividam as responsabilidades para a execução das obras, de forma colaborativa. Cabe ao Governo do Estado repassar para as prefeituras os recursos, já os municípios, ligados aos consórcios, apontam os serviços e trechos prioritários para a recuperação nas rodovias.

O modelo de gestão conta atualmente com 9 consórcios tratados, em 15 associações conveniadas.

- Mesmo com as dificuldades que temos vivido em função do novo coronavírus, o Governo do Estado mantém seu compromisso em investir na infraestrutura das rodovias catarinenses. E nós, da CAM, estamos trabalhando cada vez mais focados para garantir o maior número de parcerias possíveis com as prefeituras -, afirmou o coordenador da Central de Atendimento aos Municípios, Gabriel Arthur Loeff.

A Casa Civil de Santa Catarina, através da Central de Atendimento aos Municípios (CAM), faz as discussões individuais com os consórcios e a Secretaria da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) dá seguimento à parceria, firma os convênios e fiscaliza os trabalhos.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar