Biguaçu, Educação, Florianópolis, Geral, Grande Floripa, Palhoça, São José, Tecnologia, Trabalho - 20 Set 2017 07:39

ONG que capacita jovens em computação em SC completa 16 anos

Comitê para Democratização da Informática em Santa Catarina trabalha desde 2001 incentivando o empoderamento digital
Por: Direto da Redação TSF
 
ONG que capacita jovens em computação em SC completa 16 anos Comitê para Democratização da Informática em Santa Catarina (Foto: Divulgação)

Na terça (26), o Comitê para Democratização da Informática em Santa Catarina (CDISC) completa 16 anos de atuação. A ONG desenvolve diversos projetos em Santa Catarina com o objetivo de aumentar o empoderamento digital e permitir o acesso de milhares de crianças e jovens à informática básica e à programação de jogos e aplicativos. Outras iniciativas também envolvem o incentivo à leitura, manutenção e montagem de computadores, e a captação de vídeos com a técnica de slow motion.

Os projetos são realizados tanto em áreas urbanas, como rurais. Ano passado, por exemplo, o Comitê impactou a vida de 1000 estudantes do estado.

- Ter um certificado válido para o currículo é de extrema importância, e é aí que o Comitê Para Democratização da Informática tem conseguido, por meio de seus projetos, formar jovens com uma boa base tecnológica e profissional. Dessa forma, as iniciativas também possibilitam que eles se tornem empreendedores preocupados com o meio em que estão inseridos. Para os jovens, a tecnologia exerce fascínio. Eles estão mais disponíveis para entrar em contato com o novo e se arriscam a testar novas coisas -, afirma Cleusa Kreusch, coordenadora pedagógica do Comitê.

Para que mais pessoas possam ter acesso à tecnologia, e também desenvolver habilidades para entrar no mercado de trabalho, o CDISC busca apoio para seus projetos. Os interessados em ter mais informações sobre as iniciativas podem entrar em contato pelo telefone (48) 3322-2020 ou pelo e-mail contato@cdisc.org.br.

Em 2015, o setor tecnológico foi responsável por cerca de 5% do PIB de Santa Catarina e gerou mais de 47 mil postos de trabalho, segundo estudo realizado pela Associação Catarinense de Tecnologia em parceria com a Neoway.  A ONG CDISC nasceu em 1995, no Rio de Janeiro, com o propósito de levar a inclusão digital para os moradores do morro Dona Marta. Logo, o projeto se desenvolveu e ganhou outros espaços. A regional catarinense foi criada em 2001, com sede em Florianópolis. Desde então, o Comitê já impactou a vida de mais de 30 mil pessoas no estado. No começo, o maior desafio era ensinar as pessoas a se relacionar com a tecnologia. Agora, a meta é incentivar o empoderamento digital.

- A inclusão digital está feita, a maioria das pessoas já tem acesso à internet e a equipamentos eletrônicos de alguma forma. Queremos agora promover o empoderamento dos jovens por meio da tecnologia. Para isso, mostramos, por exemplo, que com um smartphone ou computador, eles podem ajudar a comunidade onde moram e empreender -, explica Heitor Blum, presidente executivo do Comitê em Santa Catarina.

Em Florianópolis e São José, um dos projetos mantidos é o de coleta de Lixo Eletrônico. Em parcerias com outras entidades sociais, a ONG mantém diversas iniciativas voltadas para a formação em informática básica, stop motion, leitura digital, entre outras atividades que ensinam uma visão crítica do mundo a partir do uso da tecnologia.

Consolidação

Os projetos atendem jovens de sete a 24 anos e são gratuitos. Além de ensinar uma nova profissão, a ONG incentiva o engajamento social.

- Com isso, queremos dar mais oportunidades dos jovens se inserirem no mercado de trabalho, seja como funcionário ou empreendedor, e se tornarem cidadãos conscientes e que utilizem as tecnologias para seu aprendizado -, destaca Cleusa Kreunsch, coordenadora pedagógica do Comitê.

Pelo trabalho desenvolvido, o Comitê conquistou o título, em 2004, de organização de utilidade pública municipal, por meio da Lei 6494. Em 2011, a ONG foi reconhecida como organização de utilidade pública estadual, por meio da Lei 15.565 de 21 de setembro do mesmo ano.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar