Florianópolis, Polícia, São José - 20 Abr 2017 12:34

Polícia faz operação de combate ao Crime Organizado no Norte da Ilha

Comunidades do norte da Ilha vivem disputa por grupos rivais de traficantes
Por: Direto da Redação TSF
 
Polícia faz operação de combate ao Crime Organizado no Norte da Ilha Policiais civis na Vila União, no Norte da Ilha (Foto: PCSC / Divulgação)

A Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRACO), órgão da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), deflagrou na manhã desta quinta-feira (20) uma operação para cumprir 112 mandados de prisão e 40 mandados de busca e apreensão em Florianópolis e São José, além de outras cinco cidades do interior do estado. A Operação é considerada a maior ofensiva já realizada pela Polícia Civil contra a facção criminosa atuante em Santa Catarina, envolvida em crimes de roubo, tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores, homicídio, estelionato, lavagem de dinheiro e porte de armas de fogo.

Em Florianópolis, a ação iniciou às 6h da manhã e se concentrou no Norte da Ilha, em Canasvieiras, Vila União, Papaquara e Comunidade do Siri. As investigações vem sendo realizadas há aproximadamente cinco meses, período em que 11 membros da facção já foram presos. A polícia também identificou as principais lideranças dessa organização criminosa atuantes dentro e fora do sistema prisional de Santa Catarina.

Participam da Operação 200 Policiais Civis da DEIC, DPGF, DIPC, SAER, DIC Laguna, DIC e 2ª DRP Joinville, DIC e SIC/Dpco de Balneário Camboriú, DIC de Itajaí e integrantes da DINI.

Ainda pela manhã, o governador do estado Raimundo Colombo anunciou a convocação de 320 novos agentes de segurança, entre policiais civis e técnicos do IGP para reforçar o trabalho de combate à violência.

Na quarta (19), a Polícia Militar havia localizado 13 pistolas, uma submetralhadora e uma espingarda, durante um patrulhamento pela Vila União, onde seis pessoas foram mortas num confronto entre grupos rivais de traficantes. As buscas e apreensões foram feitas por policiais da equipe do tático do 21° Batalhão, apoiada pelo BOPE.

- É um problema complexo, inserido em uma realidade complexa e por isso não há golpes definitivos ou soluções simples… mas mostra que estamos firmes.Não tenho nada contra os “especialistas” e “sabichões” com suas fórmulas mágicas que nada dizem, espalhando sabedoria mídiatica no horário nobre, mas a realidade das ruas mostra o quanto a instituição Polícia Militar está presente e respondendo nos momentos mais críticos. Não se iludam…. São poucos que conhecem, como nós, as quebradas que tentamos proteger -, salientou o coronel Araújo Gomes, que já comandou o policiamento em Florianópolis e hoje comanda a região da Grande Floripa.

Arsenal apreendido pela PM na quarta (19), na Vila União (Foto: PMSC / Divulgação)Arsenal apreendido pela PM na quarta (19), na Vila União (Foto: PMSC / Divulgação)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar