Geral, Palhoça, Saúde - 14 Fev 2018 16:31

Prefeitura de Palhoça garante ter zerado fila de espera pela mamografia

Município zerou a fila de espera para a realização dos exames
Por: Direto da Redação TSF
 

A Prefeitura de Palhoça informou nesta quarta (14) que as unidades de saúde da cidade conseguiram zerar a fila de espera para a realização de mamografias. A conquista ocorre uma semana após a comemoração em todo o mundo do Dia da Mamografia (5 de fevereiro). O exame é considerado muito importante na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de mama.

Segundo a Prefeitura, quem procura a unidade de saúde do seu bairro para marcar um eletrocardiograma, também já sai com data agendada para realizar o procedimento.

Com capacidade para realizar mais de 600 mamografias e 700 eletrocardiogramas por mês, a administração municipal destaca a importância dessa conquista.

- A administração municipal se mobiliza constantemente para melhorar o atendimento na saúde zerar a fila de espera para realização desses exames é, sem dúvida, uma conquista que garante mais tranquilidade a população -, comentou o prefeito Camilo Martins.

A secretária de Saúde, Anna Paula Heiderscheidt, lembra da importância da prevenção.

- É comum haver resistência para averiguar e, eventualmente, identificar um problema de saúde, mas a mamografia, por exemplo, é apontada como o melhor procedimento para identificar a presença de nódulos iniciais e o eletro detecta possíveis alterações cardíacas que podem trazer algum risco à saúde, inclusive antes de iniciar a prática de atividades físicas -, explicou.

De acordo com a superintendente de regulação, controle e avaliação, Adriana Antônia da Silva, a mamografia pode detectar até nódulos pequenos (não verificados no autoexame) e reduzir em mais de 30% as mortes por câncer de mama, que é um dos tipos de tumores malignos mais comuns e que causa mais óbitos.

- É um exame radiológico feito com um aparelho de raio X chamado mamógrafo. Ele não é recomendado antes dos 25 anos porque nessa idade a mama é mais suscetível à radiação. Porém, para aquelas mulheres que possuem casos de câncer de mama em parentes de primeiro grau, o risco pode ser maior e a mamografia pode começar a ser feita 10 anos antes do caso mais precoce entre os familiares que tiveram a doença -, acrescenta.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar