Polícia, São José - 09 Jul 2020 17:59

Injúria racial: delegado abre inquérito após denúncia no Kobrasol

Delegado já ouviu a vítima e instaurou inquérito
Por: Direto da Redação TSF
 
Injúria racial: delegado abre inquérito após denúncia no Kobrasol Francisco fez a denúncia (Foto: reprodução / twitter divulgação)

O delegado responsável pela 3º delegacia de Polícia de São José, Bruno Vaz, instaurou inquérito policial para investigar a denúncia de crime de injúria racial envolvendo um imigrante africano, na tarde de quarta (8), no bairro Kobrasol. Francisco Santos Cá, de 35 anos, que trabalha como motorista de aplicativo, revelou ter sido chamado de “macaco” por um homem, no momento em que procurava uma passageira em frente a um estacionamento. Francisco é natural de Guiné Bissau, no Continente Africano, e reside em Florianópolis há cinco anos.

O delegado, que já ouviu o depoimento da vítima, salientou que a situação não se enquadra em crime de racismo, mas sim de injúria racial, já que a ofensa foi cometida contra um indivíduo, e não a um grupo.

A partir de agora - dentro do prazo legal de 30 dias - serão ouvidas algumas testemunhas e interrogado o suspeito que já foi identificado no processo. Em caso de condenação, a pena pode chegar a três anos de reclusão, além de multa.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar