Eleições 2016, Florianópolis, Geral - 03 Out 2016 18:08

Ressaca eleitoral: lixo foi cinco vezes menor que em 2012, calcula Comcap

Apesar de ser mais do que o esperado, quantidade foi um quinto da sujeira verificada em 2012
Por: Direto da Redação TSF
 
Ressaca eleitoral: lixo foi cinco vezes menor que em 2012, calcula Comcap (Foto: Róbinson Gambôa / Tudo Sobre Floripa)

A Comcap, empresa responsável pela limpeza urbana e coleta de lixo em Florianópolis, recolheu 60 sacos de lixo eleitoral entre a tarde de domingo e a manhã desta segunda-feira (3), na Capital. Em torno de 2,5 toneladas de santinhos foram jogadas às ruas, calculou o responsável pela Operação Eleições, Luiz Carlos Andrea Scotti. Ainda assim, como previra o presidente da Comcap, Marius Bagnati, isso correspondeu a cinco vezes menos do que foi recolhido na última eleição municipal. Em 2012, foram retiradas 11 toneladas de papel das imediações dos locais de votação.

Ainda na manhã de segunda, o trabalho teve de ser reforçado em colégios eleitorais do Centro, como o Instituto Estadual de Educação, e na Costeira do Pirajubaé, como a Escola Municipal Professor Anísio Teixeira. Apesar do derrame de santinhos configurar propaganda irregular, a prática foi verificada nas imediações dos principais colégios eleitorais da Capital.

Segundo Scotti, a companhia havia escalado apenas dez empregados para os principais locais de votação e faria a limpeza das vias na manhã seguinte. Entretanto, teve de acionar mais pessoas, da equipe da madrugada, para antecipar o serviço.

- Tomamos um susto com a quantidade de sujeira, dos mais variados candidatos, nos grandes colégios eleitorais, como Mauro Ramos e Saco dos Limões -, informou Scotti.

De acordo com o diretor de Operações, José Vilson de Souza, “apesar de o eleitor olhar com maus olhos para quem suja as ruas, infelizmente ainda há os que se arriscam a cometer crime eleitoral e fazem tapetes de panfletos na última hora”.

Pelo menos na área central, relataram os empregados da Comcap, houve registro de ação da Justiça Eleitoral para documentar a irregularidade.

Trabalho dos margaridas começou ainda durante a votação. Na imagem, trabalhador usa um soprador para auxiliar na limpeza (Foto: Róbinson Gambôa / Tudo Sobre Floripa)Trabalho dos margaridas começou ainda durante a votação. Na imagem, trabalhador usa um soprador para auxiliar na limpeza (Foto: Róbinson Gambôa / Tudo Sobre Floripa)

Em alguns locais onde sempre se via muito lixo durante eleições quase não se viu sujeira neste ano , (Foto: Domenique Bitencourt / Divulgação)Em alguns locais onde sempre se via muito lixo durante eleições quase não se viu sujeira neste ano , (Foto: Domenique Bitencourt / Divulgação)

Caminho até a escola Laura Lima, no Monte Verde: normalmente muito suja durante votação, ms não foi o que se viu desta vez (Foto: Domenique Bitencourt / Divulgação)Caminho até a escola Laura Lima, no Monte Verde: normalmente muito suja durante votação, ms não foi o que se viu desta vez (Foto: Domenique Bitencourt / Divulgação)

Compare o mesmo local, no dia da eleição em 2014: nova legislação fez diminuir o número de santinhos pelo chão (Foto: Róbinson Gambôa / Tudo Sobre Floripa)Compare o mesmo local, no dia da eleição em 2014: nova legislação fez diminuir o número de santinhos pelo chão (Foto: Róbinson Gambôa / Tudo Sobre Floripa)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar