Comunidade, Geral, Grande Floripa, Meio Ambiente - 07 Jun 2018 12:19

São João Batista recebe mapeamento de áreas de risco da Defesa Civil

Diagnóstico foi entregue pelo governo do Estado, por meio das secretarias de Defesa Civil e Planejamento, na terça (5)
Por: Direto da Redação TSF
 
São João Batista recebe mapeamento de áreas de risco da Defesa Civil (Foto: Divulgação)

A cidade de São João Batista, na Grande Florianópolis, recebeu nesta quarta (6), o Mapa de Setorização de Riscos, uma ferramenta que vai auxiliar na prevenção a desastres naturais. O diagnóstico, desenvolvido por técnicos da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), sob a coordenação das secretarias estaduais de Defesa Civil e Planejamento, contempla todas as cidades de Santa Catarina.

- Este mapeamento nos auxiliará a atuar com mais precisão em ações preventivas e, principalmente, no planejamento urbano do município -, avaliou a diretora da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fumab), Fernanda Brasil Duarte, que representou a Defesa Civil da cidade. Conforme destacado no evento, esta é apenas a primeira parte do diagnóstico de risco a ser desenvolvido no Estado, que terá, no total, um investimento de cerca de R$ 4,7 milhões.

O projeto compreende a elaboração e entrega de cartas de suscetibilidade, mapeamento de perigo e risco baseado na metodologia desenvolvida com o governo japonês no Projeto Gides (Projeto de Fortalecimento da Estratégia Nacional de Gestão Integrada de Riscos e Desastres) e modelagem de suscetibilidade.

- Já somos o primeiro estado a ter cobertura de radares, seremos o primeiro a ter cobertura de satélite em tempo real. E agora também com instrumentos que irão definir onde estão os riscos, para que a gente possa proteger a população -, destacou o secretário da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli.

De acordo com ele, a identificação dos riscos geológicos e hidrológicos, especialmente em áreas habitadas, permitirá a ação preventiva pelos município, através da elaboração ou correção dos planos diretores evitando ocupações irregulares. Da mesma forma, para as áreas de risco já habitadas a emissão de alertas mais precisos protegendo a vida da população. Dentro de 60 dias, a Secretaria de Estado da Defesa Civil projeta lançar o Sistema Integrado de Defesa Civil. Dentro desta ação, um aplicativo móvel possibilitará aos cidadãos terem conhecimento sobre os riscos que estão expostos no local onde residem.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar