Geral, Política, São José - 17 Nov 2017 09:16

São José: vereadores debatem sobre as ocupações desordenadas

Grupo discutiu sobre o encontro que ocorreu à tarde
Por: Direto da Redação TSF
 
São José: vereadores debatem sobre as ocupações desordenadas (Foto: Divulgação)

Na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de São José de segunda-feira (13), os vereadores André Guesser (PDT) e Sanderson de Jesus (PMDB) ocuparam a Tribuna para destacar a reunião realizada à tarde sobre as ocupações desordenadas em várias regiões da cidade. O encontro contou com as presenças dos Promotores de Justiça Marcia Arend e Raul de Araújo Santos, além de representantes do Poder Executivo e outros vereadores.

Proponente da reunião, o vereador Sanderson destacou a capacidade do secretariado municipal, mas defendeu maiores condições para exercerem suas funções.

- Os Secretários falam com conhecimento, sabem o que tem que ser feito, mas é aquela máxima: onde não tem orçamento e destinação de recursos, não tem mágica. O secretário gostaria de ter dez fiscais, cinco carros, mas não tem porque não há recursos -, lamentou.

O parlamentar ainda mencionou os problemas ocasionados pelas ocupações irregulares e os frutos do encontro realizado na Câmara.

- Ainda farei encaminhamentos, mas desde já demos o pontapé inicial. São mais de dez áreas de ocupação irregular, o que nos preocupa muito. Isto significa desordenamento, necessidade futura de saúde pública, enfim, vários adjetivos negativos e que só desconstroem a cidade -, disse.

Já o vereador André Guesser (PDT) comentou a necessidade de o poder público estagnar o crescimento desordenado de áreas como os loteamentos Dona Wanda, Benjamin e outras áreas.

- Nós estamos com vários pontos com invasões de áreas verdes e construções irregulares, assunto que o promotor mais bateu. A prefeitura não pode deixar construir. Isso tem que ser uma prioridade de governo, da Fundação do Meio Ambiente, da SUSP, para que a gente consiga estancar agora, tendo em vista que hoje São José é a cidade que tem a maior densidade demográfica de Santa Catarina, segundo disse a promotora Marcia Arend. Quero endossar o que a promotora disse: é um erro histórico e ao longo dos anos o Ministério Público, Justiça, Executivo e Legislativo estão falhando -, “, completou.

Por fim, o vereador Clonny Capistrano (PMDB) reforçou a importância da prefeitura aumentar a fiscalização a fim de coibir problemas em diversos setores públicos.

- Para fazer um loteamento regularizado neste município, tem que pagar taxas aprovadas nesta Casa. Enquanto isso, há criação de ‘favelões’ que trarão impacto na saúde, na educação e no setor de transporte do nosso município -, citou.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Floripa.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar